_________________________________________

_________________________________________
Publicidade

21.5.14

#ESPORTE - Ganham o dobro e não jogam a metade


Técnicos e jogadores brasileiros não recebem salário digno de suas qualidades técnicas.

  Os soldos das primeiras divisões dos campeonatos argentino, uruguaio e colombiano não atingem a metade paga no Brasileirão.

As cifras daqui não condizem com o trabalho em campo: em ano de Copa do Mundo, os fracos milionários Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, Flamengo, Atlético-PR e Botafogo foram eliminados da Copa Libertadores 2014 antes atingirem a final.  
  
Alguns de nossos atletas  passeiam nas competições nacionais. Dão toque de chaleira, fazem gols de calcanhar, de bicicleta, voleio. Acertam lançamentos quilométricos. São considerados craques. Recebem inúmeros prêmios. Todavia, quando ultrapassam as fronteiras, fraquejam. Transformam-se em varzeanos, garotos. Vacilam. "Furam a bola" excessivamente. Ao avistarem estrangeiros, tremem. Desaprendem a jogar futebol. Adotam o "chutão" como único recurso. Apresentam qualidade juvenil, amadora.



Colunista: Pedro Silveira
Twitter: @PedroSilveira
Facebook:
www.facebook.com/comentarios.declasse

0 comentários:

Publicidade

Acessos Paises - Últimas Atualizações - Blog dos Radialistas