_________________________________________

_________________________________________
Publicidade

13.1.13

Locução Publicitária, como fazer?



Com a tecnologia atual é fácil a montagem de um pequeno estúdio em sua casa, com um bom computador, mesa de som e microfone. Um investimento como esse não passa de mil dólares. Aconselho a instalação dos softwares adequados para gravação e os cabos necessários para ligar os equipamentos de áudio por um técnico especializado. Na própria Internet você poderá divulgar seu trabalho através de site, blog, YouTube, Orkut, Facebook e Twitter.


O valor do cachê a ser cobrado pelo locutor é muito relativo. Assim como tem o famoso locutor topa-tudo-por-dinheiro, que grava por qualquer “dez real”, tem locutor no Brasil que chega a pedir R$ 3.000,00 para emprestar sua voz para uma gravação de 30 segundos. O valor vai depender da qualidade da voz, do equipamento de gravação e principalmente, da interpretação.
Para descobrir quanto você deve cobrar por uma locução, pergunte a locutores que você conheça, quando eles cobram. Compare sua gravação com a deles e descubra quanto a sua vale.

Definido o cachê, prepare-se para gravação. Antes da locução de um texto comercial você pode sugerir alterações na redação dele, mas de modo geral, siga exatamente o que está escrito. Leia várias vezes e module a sua voz até encontrar o tom apropriado. Preste atenção se existem figuras de linguagem na interpretação, como sussurros e risos. Construa sons, como imitações e inflexões sonoras, quando necessário. Não leia simplesmente, entre no personagem, dê vida, emoção e interpretação conforme orientação do redator. Entenda qual a idéia do spot a ser gravado. Saiba como será produzido, qual trilha sonora será utilizada, que efeitos serão empregados. Toda essa atenção reflete no resultado final.


Lembre-se que o que os clientes, agências e produtoras sempre buscam em um locutor publicitário é: rapidez na gravação, facilidade de regravação, versatilidade de entonações, preço justo, qualidade de áudio, interpretação com emoção, boa voz, dicção perfeita, sem sotaques, e de preferência, uma voz “exclusiva”, diferente daquela que estão acostumados na região.


Se você considera-se preparado para este mercado, boa sorte. Há espaço para todos, resta ao cliente escolher o locutor publicitário que mais se adapta às suas necessidades e o quanto ele pode investir. O quanto o anunciante vai gastar com locutor vai influenciar na qualidade final do comercial. E para o consumidor, se a locução não é boa, o produto ou o serviço anunciado pode não ser também.

Fonte: Clube da Voz

0 comentários:

Publicidade

Acessos Paises - Últimas Atualizações - Blog dos Radialistas